Português Inglês
Blog

Onda vegana chega aos cosméticos

chelsea-shapouri-r40EYKVyutI-unsplash

Já há um bom tempo é bastante ressaltado o movimento de quantidades crescentes de pessoas vinculando seu consumo a um modo de vida mais saudável, e ao maior respeito pelo meio ambiente: respeito manifesto, inclusive, na defesa dos animais que conosco compartilham o planeta, que não devem ser tratados como meras mercadorias.

Em um primeiro momento, esse movimento ampliou a demanda por produtos mais naturais, de preferência de origem renovável (demanda, aliás, ainda agora expandindo-se muito intensamente). Agora, ela fortalece o conceito do veganismo, que opõe-se ao consumo de produtos que contenham quaisquer componentes ou ingredientes provenientes de animais, ou mesmo que neles tenham sido testados.

Surgiu primeiramente a alimentação vegana, que logo atraiu até mesmo os grandes conglomerados globais do setor alimentício, cujos portfolios passaram a incluir também linhas veganas. Depois, foi a vez da moda, que lançou opções de vestuário isentas de matérias-primas de origem animais, como couros e peles.

Agora, consolida-se a indústria dos cosméticos e produtos de beleza e higiene pessoal veganos, que segundo estimativas da consultoria internacional Grand View Research, até 2025 deve movimentar US$ 20,8 bilhões em todo o mundo, crescendo nesse período a uma média anual de 6,3%.

E, como não poderia deixar de ser, assim como aconteceu na indústria alimentícia também esse segmento de mercado logo atraiu marcas dos mais diversos portes, desde os grandes conglomerados globais de beleza e higiene pessoais até operações com características quase artesanais.

O Brasil e o veganismo

A expansão da indústria dos cosméticos veganos gerou até uma nova expressão: beauty vegan (beleza vegana, em português), para diferenciar os produtos com esse apelo em meio às incontáveis oferta de cosméticos e produtos de beleza e higiene pessoais hoje disponíveis tanto no varejo físico quanto no e-commerce.

Produtos para a pele e para o cuidado com os cabelos, batons, itens de maquiagem, são alguns dos artigos de higiene e beleza pessoais hoje buscando associar-se aos requisitos colocado pelos  veganos.

Quarto maior mercado mundial para a indústria da beleza e da higiene pessoal, o Brasil pode beneficiar-se bastante dessa tendência. Afinal, abriga uma biodiversidade extremamente rica, e tem uma associação muito forte com a natureza. E, embora um produto vegano não necessariamente deva provir de fonte renovável - basta não ter origem em animais, ou utilizá-los para testes -, o conceito do veganismo mantém laços muito estreitos com a causa da preservação e do respeito pelo meio ambiente e pela natureza.

Ingredientes veganos

A Usiquímica disponibiliza soluções capazes de atender às exigências desse público, e de conferir diferenciais bastante interessantes para as formulações de produtos de higiene e beleza veganos. Casos, por exemplo, do Lauril, da Betaína e do Óleo Mineral USP.

Abaixo, algumas informações sobre esses integrantes de nosso portfolio:

Lauril: nosso lauril não é sintético, provém de óleo de palma. Com isso, agrega valor quando utilizado como tensoativo de xampus, sabonetes líquidos e cremosos, cremes, emulsões, removedores de maquiagem, entre outros produtos de higiene e beleza pessoais destinados aos veganos (bem como a outros gêneros de consumidores).

Cocamidopropil Betaína: também nossa betaína é proveniente de um vegetal: o coco. É mais utilizada como um tensoativo secundário: ou seja, formulada conjuntamente com outros tensoativos - como o próprio lauril -, confere aos produtos toques adicionais de espumação, espessamento e detergência, além de reduzir seus impactos sobre a pele.

Óleo Mineral USP: esse óleo de altíssima pureza pode ser utilizado em diversas aplicações dos setores da indústria que demandam insumos e ingredientes que, além de puros, não agridam ao organismo humano. Na indústria de artigos veganos, ele proporciona propriedades emolientes, espessantes e promovedoras de consistência e de lubricidade, na formulação de bases para cremes, óleos e loções.

Produtos desse gênero materializam a proposta da Usiquímica de combinar soluções ao mesmo tempo eficazes e sustentáveis, que, assim como valorizam suas aplicações, reduzem seus impactos ambientais.

Saiba mais sobre eles em www.usiquimica.com.br/produtos