Produção sucroalcooleira: muito além do açúcar e do álcool

A atividade da indústria sucroalcooleira é extremamente importante para o Brasil (e, na verdade, para as pessoas de todo mundo). Primeiramente, porque gera produtos utilizados em ampla escala em nosso dia a dia, como o açúcar – uma das bases de nossa culinária -, e o álcool de uso doméstico e hospitalar. Sem contar com álcool em gel, cujo valor como sanitizante tornou-se evidente, e difundiu-se enormemente com a pandemia da Covid-19.

Mas as usinas de açúcar e álcool atualmente produzem vários outros bens, igualmente valiosos, como a energia elétrica e o etanol: esse último, seja sozinho ou misturado à gasolina, presente na movimentação de praticamente toda a frota nacional de veículos automotores, e nessa aplicação contribuindo para reduzir as emissões de poluentes.

A indústria sucroalcooleira disponibiliza ainda ingredientes para setores como a indústria de cosméticos. E sua matéria-prima – a cana-de-açúcar -, tornou-se matéria-prima também do chamado ‘polietileno verde’, uma resina plástica desenvolvida aqui no Brasil, e hoje utilizada em todo o mundo, na fabricação de inúmeros produtos. A atividade sucroalcooleira nacional tornou-se pujante mesmo quando avaliada em termos mundiais: segundo os dados da Unica – União da Indústria de Cana-de-Açúcar, principal entidade representativa do setor -, o Brasil responde por aproximadamente 20% da produção mundial de açúcar, e por 45% das exportações globais.

Produtos para processos

O portfólio da Usiquímica inclui produtos utilizados em larga escala nas mais diversas etapas, e em diferentes processos da indústria sucroalcooleira. Alguns deles:

➢ Ácido Sulfúrico – É utilizado como agente bactericida no processo de fermentação da cana-de-açúcar, do qual resulta o álcool.

➢ Ácido Clorídrico – O fenômeno químico da hidrólise – no qual em presença de água uma molécula é quebrada em moléculas menores -, ajuda a elevar a produtividade do processo de produção de álcool, e ao mesmo tempo potencializa a utilização do bagaço da cana na geração de energia e de biocombustíveis. O ácido clorídrico é um dos agentes da hidrólise, sendo empregado também na correção da água necessária ao funcionamento das usinas e também na regeneração do sistema de resinas de troca iônica utilizado para a produção de água desmineralizada para as caldeiras.

➢ Barrilha – Tecnicamente denominado carbonato de sódio, esse sal inorgânico é usado em diversos processos produtivos: por exemplo, na elevação do pH da água necessária aos processos da produção sucroalcooleira.

➢ Ureia – Um dos principais ingredientes dos fertilizantes, constitui a principal fonte de nitrogênio para as lavouras, inclusive para o cultivo da cana-de-açúcar – matéria-prima básica da indústria sucroalcooleira. A ureia é utilizada, também, como fonte de nitrogênio, para os processos fermentativos, e em especial para a produção de Etanol a partir de milho.

Produtos complementares

A presença da Usiquímica na indústria sucroalcooleira abrange também os produtos empregados nas etapas complementares – porém indispensáveis -, das atividades do setor. Entre esses produtos, podemos destacar:

➢ Polímeros Floculantes – A floculação é um método que aglomera partículas menores presentes em substratos líquidos, facilitando sua remoção. A indústria sucroalcooleira – bem como diversos outros setores -, utiliza polímeros floculantes para essa aglomeração, agilizando o tratamento de seus efluentes.

➢ Soda Cáustica – Tecnicamente denominada hidróxido de sódio é uma substância utilizada na limpeza de evaporadores e de outros componentes das estruturas de tubulações das usinas, das quais remove sílicas, silicatos e polissacarídeos, entre outros materiais. É fornecida em escamas e em soluções.

➢ Arla 32 – Caminhões transportam tanto os insumos quanto os resultados da produção sucroalcooleira. E na maioria dos caminhões hoje em circulação no Brasil é obrigatório o uso do Arla 32 (Agente Redutor Líquido de Óxidos de Nitrogênio Automotivo, fornecido em concentração de 32%), que reduz em 98% as emissões de gases de óxidos de nitrogênio (além de prejudicar o meio ambiente, esses gases podem ocasionar problemas de saúde).

Com esses e outros produtos, a Usiquímica contribui decisivamente com o desenvolvimento da indústria sucroalcooleira, e também de outros setores produtivos igualmente relevantes para nossas vidas e para a atividade econômica.

Deixe uma resposta